#Matando a Carne // Douglas Levita

12:37 Douglas Levita 0 Comentarios



Esse é o nosso chamado, um chamado de renuncia, pois ninguém pode dizer que está fazendo a vontade de Deus se antes não negar a sua própria vontade. É preciso saber que a nossa vontade está sempre lutando contra a vontade de Deus, veja bem o que diz o texto:

Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. 
Gálatas 5:17

Em outro texto Jesus diz que quem é nascido da CARNE E CARNE E QUEM É NASCIDO DO ESPIRITO É ESPIRITO. Os nascidos de Deus, ou seja, aqueles que fazem a vontade de Deus, estão todos os dias crucificando sua carne para que possam fazer a vontade de Deus, Deus nos libertou da escravidão do pecado para fazermos agora a vontade de Deus, pois antes estávamos como escravos da carne, mas agora livre em Jesus escolher ser escravos do Espirito.
Mas porque somos livres podemos fazer agora o que queremos nessa liberdade?
Não! Porque se voltamos a fazer o que queremos, voltamos a ser escravos da carne. Veja o que diz o apostolo Paulo:

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor. 
Gálatas 5:13

Esse serviço implica em renuncia,  sim, pois quem serve não faz a sua vontade, mas a vontade de seu senhor, se o senhor do homem for ele mesmo, ou seja, a sua carne, ele volta a ser escravo do pecado, mas se o seu Senhor for Cristo, então ele busca fazer a vontade de Cristo. Não esqueça, é a vontade de Cristo que venhamos a ser servos uns dos outros no serviço do amor, mas é a carne que nos implica a sermos sempre senhores, senhores dos outros, senhores de nós mesmo.
Mate sua vontade e digo a vocês, isso é santidade. Quando você deixa de fazer a sua vontade, para fazer a vontade de Cristo, mesmo que a vontade de Cristo se oponha a sua vontade.

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga