Como lidar com pecados da sexualidade? // Anderson

07:13 Douglas Levita 0 Comentarios



Colecionando dores em nome de uma busca que nunca será saciada // Anderson

// Imagens falam mais que palavras...
A infinita lista de relacionamentos utilitários que tivemos tiram de nós força, paixão, humildade, pureza, inocência, companheirismo e principalmente o poder de amar e acreditar que seremos felizes.
 


"Nossa sexualidade... nossos órgãos genitais, nossa libido e nosso prazer foram projetados e criados em Deus, não precisamos nos envergonhar de algo que Deus não teve vergonha de criar. E, pensar assim é descobrir que o padrão que Deus estabelece para nossa sexualidade não é simplesmente uma questão espiritual e moral, mas de plena realização. Pois, ninguém melhor que o Criador para saber como melhor funciona a criatura. 

O prazer e o êxtase sexual é algo lícito, pois foi o próprio Deus quem criou e nos presenteou, o erro está em fazer o uso ilícito de algo lícito."

'Os pecados que afetam nossa sexualidade não estão ligados diretamente ao que o corpo faz, mas o que está acontecendo em nosso coração, o amago da questão é qual a fonte de nossa existência... pois de lá se processam as fontes da vida. Portanto, a luta não é contra o que o corpo faz, mas de onde nasce o coração.'

Anderson

Concernente ao pecado o "corpo" só responde à uma realidade do coração, o pecado não nasce fora de nós.

'Os pecados que afetam nossa sexualidade não estão ligados diretamente ao que o corpo faz, mas o que está acontecendo em nosso coração, o amago da questão é qual a fonte de nossa existência... pois de lá se processam as fontes da vida. Portanto, a luta não é contra o que o corpo faz, mas de onde nasce o coração.'

Uma pessoa cativa à masturbação torna-se centrada também em si mesma em todas as outras áreas da vida, por trás das maquiagens afetivas e relacionais ela sempre está buscando realização e a satisfação do "EU", sejam em assuntos espirituais, emocionais, materiais ou sexuais.

"Nossa sexualidade... nossos órgãos genitais, nossa libido e nosso prazer foram projetados e criados em Deus, não precisamos nos envergonhar de algo que Deus não teve vergonha de criar. E, pensar assim é descobrir que o padrão que Deus estabelece para nossa sexualidade não é simplesmente uma questão espiritual e moral, mas de plena realização. Pois, ninguém melhor que o Criador para saber como melhor funciona a criatura. 

O prazer e o êxtase sexual é algo lícito, pois foi o próprio Deus que criou e nos presenteou, o erro está em fazer o uso ilícito de algo lícito."

‎" Nosso arrependimento e dor em estarmos presos à pornografia não deve ter uma única via de pensamento [...] consumir pornografia é permitir que aqueles que a produzem continuem cativos, se há consumidor haverá produto... devemos chorar ao perceber que estamos tratando como produto a quem Deus amou de tal maneira e entregou seu próprio filho como oferta e resgate.

Consumir pornografia é tratar pessoas como produtos que saciam nossa fome..."

O poder do pecado não está preso ao corpo, mas ao coração. O corpo só reage ao âmago... 


A fonte do pecado não é o corpo... Não lute contra a carne... João 3.3-8 // Rm 6.6 


A masturbação como os demais pecados da sexualidade envolvem a idolatria ao "EU"


Anderson

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga