A FÉ INFANTIL E A FÉ ADULTA

20:37 Douglas Levita 0 Comentarios



Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. 
1 Coríntios 13:11


Quando se é novo na fé, falamos só das nossas experiências causadas da nossa fé, isso é algo natural em nossa vida, logo depois dos nossos primeiros passos como filhos de Deus passamos por um período de provas e experiências, durante essas provas iremos testar nosso amor para com Deus, somente aqueles que estão no amor de Deus permanecem firmes, embora em muitos momentos ate a nossa fé acaba, mas é o amor que nos permite ficar firmes, o amor é maior dom na vida de um cristão.



O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; 
1 Coríntios 13:8


Quando se é novo na fé, damos muito valor aos dons que o Espírito Santo nos oferece, achamos que eles são a plenitude de uma vida cristã, bem isso não é verdade, isso só acontece porque somos muito novos na fé, quando crescemos espiritualmente percebemos que a coisa mais importante na vida de um cristão é o amor, 
Ele nos faz firmes em nossas fé e  esperança.


Pode uma pessoa que não é salva desfrutar dos dons espirituais?


Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. 
1 Coríntios 13:1-3


Creio que esse texto responde tudo. Com essa nova teologia que é pregada dentro de muitas igrejas, muitos cristãos tem se omitido de seu papel como servo de Deus. Bem, muitos têm acreditado que o sofrer não vem de Deus, porém eu digo que somente quem ama sofre, pois o amor produz esperança e muita da vez o que esperamos é algo que não temos o sofrer vem do medo de não se ter dor, quem ama está disposto a passar pelas dificuldades por causa de seu amor e é por isso que os verdadeiros servos aprendem no sofrimento que Deus está acima de toda e qual quer dificuldade.


Somente os da fé madura podem entender essas coisas e por isso que estão dispostos pelo amor de Deus a passar por qual quer dificuldade para que o nome de nosso Senhor seja exaltado, você já está na fé madura, ou ainda está nos primeiros passos da fé infantil, se ainda está na fé infantil, está na hora de amadurecer, crescer e deixar de lado as coisas da fé infantil e se voltar para a fé madura, somente no amor se pode ter a fé adulta e está disposto a passar por todas as dificuldades que nos oferece o amor.


O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor. 
1 Coríntios 13:4-13

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga