Irmão André O "contrabandista de Deus”

20:50 Douglas Levita 0 Comentarios



Em 1955, um jovem missionário holandês chamado André participou de uma excursão à Polônia. Ele descobriu o remanescente de uma igreja atrás da Cortina de Ferro que precisava da Palavra de Deus.
Irmão André, como mais tarde seria conhecido no mundo todo, distribuiu uma maleta cheia de literatura cristã, este foi o humilde começo da Missão Portas Abertas com o Irmão André.
Hoje, Portas Abertas trabalha em cerca de 50 países para fortalecer a Igreja onde o preço da fé é muito alto.
Ao escrever o livro O contrabandista de Deus, Irmão André arriscou sua vida para trazer à luz a perseguição que os cristãos enfrentam no mundo todo. Seu décimo livro, Desafiando os limites da fé, cobre outros 30 anos de seu ministério.
Nos últimos anos, a paixão do Irmão André pelo Oriente Médio tem aumentado devido à diminuição da Igreja lá e da apatia em alcançar os muçulmanos. Suas amizades e o amor de Deus deram a oportunidade de André se reunir com Yasser Arafat e com líderes do Hamas e do Hizbollah. Ele está entre os poucos líderes do Ocidente que vai regularmente a esses grupos como embaixador de Cristo.
Em 1997, Irmão André recebeu o Prêmio Liberdade Religiosa, daAssociação Evangélica Mundial, em reconhecimento ao seu serviço à Igreja Perseguida.
Na homenagem, foram destacadas:
• sua coragem em entregar Bíblias,
• sua abnegação em colocar a Igreja Perseguida antes da própria segurança ou conforto,
• seu trabalho em defesa da Igreja,
• seu sucesso em motivar outras pessoas a assumir a causa, e
• seu piedoso exemplo em confiar em Deus para guiá-lo e protegê-lo.

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga